MENU

18/11/2021 às 17h27min - Atualizada em 19/11/2021 às 00h00min

NVIDIA finaliza 3º trimestre com receita recorde de mais de US$ 7 bi

Data center e games são os setores de principal destaque do período e alcançaram receita de mais US$ 6,16 bilhões

SALA DA NOTÍCIA Luiz Valloto
A NVIDIA (NASDAQ: NVDA), empresa que redefiniu a computação gráfica moderna, computação de alto desempenho e Inteligência Artificial, registra receita recorde para o terceiro trimestre, encerrado em 31 de outubro de 2021. O valor, de US$ 7,10 bilhões, representa um aumento de 50% em relação ao ano anterior e de 9% em relação ao trimestre anterior. Entre os setores que mais cresceram no período estão as plataformas de games, data center e de visualização profissional

Durante o terceiro trimestre, o setor de data center da NVIDIA Enterprise alcançou um recorde de US$ 2,94 bilhões, o que representa um aumento de 24% a mais que no último trimestre e 55% a mais que no mesmo período do ano passado. Além disso, a área apresentou grandes destaques: 

•    Anunciou planos para construir o Earth-2, um supercomputador de IA dedicado a lidar com a crise global da mudança climática;
•    Lançou a disponibilidade geral do NVIDIA AI Enterprise, um pacote de software abrangente de ferramentas e estruturas de IA que permite centenas de milhares de empresas que executam o VMware vSphere virtualizem cargas de trabalho de IA em sistemas certificados pela NVIDIA™;
•    O NVIDIA LaunchPad foi expandido e fornece acesso imediato a software otimizado em execução em infraestrutura acelerada, da América do Norte a nove locais globais;
•    Descreveu uma colaboração envolvendo NVIDIA Megatron-LM e Microsoft DeepSpeed para criar um sistema paralelo 3D eficiente e escalonável, capaz de combinar dados, pipeline e paralelismo baseado em tensor-slice;
•    Anunciou mais colaboração com a VMware, suportando testes de VMware vSphere com Tanzu na plataforma NVIDIA AI Enterprise;
•    Divulgou que o maior supercomputador baseado em GPU do Laboratório Nacional de Argonne, do Departamento de Energia dos EUA, Polaris, será executado na plataforma de computação acelerada da NVIDIA e será capaz de atingir quase 1,4 exaflops de desempenho de IA.

“O terceiro trimestre foi excelente e com receita recorde”, comemora Jensen Huang, fundador e CEO da NVIDIA. “A demanda por NVIDIA IA está crescendo, impulsionada pela hiper escala e expansão da nuvem, e ampliando a adoção por mais de 25 mil empresas. NVIDIA RTX reinventou a computação gráfica com rastreamento de raios e IA e é a atualização ideal para o grande e crescente mercado de jogadores e criadores, bem como designers e profissionais que constroem estações de trabalho em casa.”

“Omniverse foi um tema importante no GTC, evento realizado na semana passada. Mostramos o que é possível quando podemos saltar para mundos virtuais. Omniverse será usado de design colaborativo, avatares de atendimento ao cliente e videoconferência, a digital twins de fábricas, plantas de processamento e até mesmo cidades inteiras. A tecnologia reúne a experiência da NVIDIA em IA, simulação, gráficos e infraestrutura de computação. Esta é a ponta do iceberg do que está por vir”, completa.

Setor de games tem aumento de 42%

Outro destaque do trimestre foi o setor de games, que conquistou US$ 3,22 bilhões, tendo um aumento de 42% referente ao mesmo período do ano passado e 5% em comparação ao trimestre anterior. A área divulgou a chegada de recursos RTX a títulos de grande sucesso como Guardiões da Galáxia da Marvel, Battlefield 2042 e Dying Light 2, além do Sony Interactive e God of War do Santa Monica Studio.

Confira outras novidades:

•    Anunciou novos recursos de IA acelerada por RTX em aplicações da Adobe na conferência de criatividade Adobe MAX, com suporte do driver Studio mais recente e novos sistemas Studio de parceiros, incluindo Microsoft, HP e Asus;
•    GeForce NOW™ aprimorada com um novo nível de associação de alto desempenho que fornece acesso a jogos de classe GeForce RTX ™ 3080 e com a introdução de mais jogos de sucesso da Electronic Arts, incluindo Battlefield 1 Revolution, Mirror's Edge Catalyst, Unravel Two e Dragon Age: Inquisition.

Outros destaques

Para finalizar, as áreas de visualização profissional e automotiva também tiveram saldos positivos. A receita do terceiro trimestre de visualização profissional foi recorde, atingindo US$ 577 milhões, 144% a mais que no ano anterior e 11% a mais em relação ao trimestre anterior. Já a área automotiva alcançou a marca de US$ 135 milhões, um aumento de 8% em relação ao ano anterior e uma queda de 11% em relação ao trimestre anterior. Dentre os destaques estão:

•    O NVIDIA DRIVE Orin está sendo usado pela empresa de caminhões autônoma Kodiak Robotics, a montadora Lotus, o provedor de soluções de direção autônomo QCraft e a startup de EV WM Motor;
•    O NVIDIA Omniverse Enterprise está com disponibilidade geral, com a adição de AR, VR e renderização multi-GPU, bem como a adoção anunciada pela Bentley Systems e Esri para aplicações de digital twins.

“Em mais um balanço, a NVIDIA supera seus objetivos. Nós, como América Latina, estamos muito felizes de contribuir para esse sucesso e ser ponto-chave de empresas, desenvolvedores e pesquisadores da região no quesito de inovação e tecnologias", enfatiza Marcio Aguiar, diretor da divisão Enterprise da NVIDIA para América Latina.

A NVIDIA pagou dividendos trimestrais em dinheiro de US$ 100 milhões no terceiro trimestre. A companhia pagará seu próximo dividendo trimestral em dinheiro de US$ 0,04 por ação em 23 de dezembro de 2021, a todos os acionistas registrados em 2 de dezembro de 2021.

A perspectiva da NVIDIA para o quarto trimestre fiscal de 2022 é de US$ 7,40 bilhões, mais ou menos 2%.

Para conferir o balanço completo do terceiro trimestre do ano fiscal 2022, clique aqui. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://gazetacentrooeste.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp