MENU

19/11/2021 às 15h20min - Atualizada em 20/11/2021 às 00h00min

Banrisul quer ideias criativas e inovadoras para promover captura de créditos de carbono em novo desafio do HackatAgro

As inscrições para o desafio começam em 22 de novembro no site www.hackatagro.com

SALA DA NOTÍCIA Vitorya da Cruz Paulo
HackatAgro
Divulgação

Como e quais soluções tecnológicas podem auxiliar o dia a dia do produtor rural na captura de créditos de carbono, adicionando resultados tangíveis à produção? O Banrisul convida a comunidade empreendedora a responder essa questão e propor ideias criativas e inovadoras para resolver esse desafio em mais uma maratona do movimento HackatAgro, que vai acontecer entre os dias 10 e 12 de dezembro de 2021. As inscrições começam em 22 de novembro, no site www.hackatagro.com, no qual também está disponível o regulamento.

De acordo com o diretor de Crédito, Osvaldo Lobo Pires, a instituição demonstra grande preocupação com o impacto ambiental de seus negócios, e busca novos caminhos que contribuam com o meio ambiente – como, por exemplo, estimular práticas sustentáveis no setor rural. "A adoção da captura de carbono no agronegócio está se ampliando em todo o país, e é uma ação de grande importância para minimizar as mudanças climáticas. Por isso, enquanto instituição financeira, buscamos soluções inovadoras que auxiliem nossos clientes a mensurar e comercializar créditos de carbono", destaca.

O conceito de crédito de carbono foi criado em 1997, no âmbito do Protocolo de Kyoto. Na prática, a ideia é que uma empresa que absorve mais do que emite dióxido de carbono (CO2) possa vender o crédito para outras, caminhando em direção à redução de emissões na atmosfera. Isso inclui não apenas os médios e grandes produtores rurais, mas também os pequenos, tornando-se – além de uma iniciativa ambientalmente responsável – importante fonte complementar de renda que beneficia não apenas a economia local e nacional, mas também o futuro do planeta.

"O CO2 é responsável por importantes desequilíbrios no clima, já que é um gás de efeito estufa. O seu excesso contribui para o aquecimento do planeta. E muita gente já está trabalhando para impedir que as emissões cresçam. Isso tem sido bastante debatido por meio do conceito ESG, sigla em inglês que engloba questões ambientais, sociais e de governança – tópicos intimamente ligados ao tema do desafio", afirma Alberto Meneghetti, CEO da Neodigital, empresa realizadora do HackatAgro, que coordena a competição patrocinada pelo Banrisul.

O HackatAgro é uma causa em prol da digitalização do agronegócio brasileiro, explica Donário Lopes de Almeida, idealizador do movimento. "A iniciativa reúne produtores, startups, investidores, empresas e entidades para um processo colaborativo que contribua para o desenvolvimento digital. Por meio de hackathons, estimulamos e promovemos empreendedores e startups a propor soluções inovadoras e disruptivas, garantindo eficiência, sustentabilidade e renda".

Para saber mais, acesse: www.hackatagro.com.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://gazetacentrooeste.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp