MENU

17/01/2022 às 16h49min - Atualizada em 18/01/2022 às 00h00min

Estudantes da FIAP desenvolvem ferramenta de Inteligência Artificial para gestão de fretes da BASF

A parceria entre a BASF e o Centro Universitário é fruto do Programa Universidades, do onono, para incentivar a inovação aberta da empresa

SALA DA NOTÍCIA Ana Cláudia Araújo Nascimento da Silva Soares
BASF
Divulgação: BASF
Foi concluído o desafio proposto aos estudantes do primeiro ano do curso de Inteligência Artificial da FIAP pela BASF: o grupo vencedor desenvolveu uma ferramenta para apoiar a gestão dos fretes, atendendo à necessidade da empresa de se antecipar às interferências futuras e ser proativa na tomada de decisões relacionadas à operação logística. Durante o ano letivo de 2021, cerca de 45 estudantes participaram de dinâmicas e puderam vivenciar a experiência de propor soluções disruptivas para um problema real.

“O primeiro obstáculo para os estudantes foi a entrada em um universo completamente diferente da realidade da maioria: além de sermos uma indústria química, o desafio contemplava a gestão do custo de transporte rodoviário. Foi preciso primeiro entender o processo logístico e as diversas variáveis que poderiam impactar no valor do frete”, considera Ricardo Franky Lopez, gerente de transportes da BASF para a América do Sul.

Para o executivo, o time ganhador soube entender a necessidade do cliente, foi receptivo aos comentários da mentoria e teve a capacidade de entendimento para ajustar a ferramenta de acordo com as demandas. “Os estudantes foram curiosos, persistentes, participativos, se apaixonaram pelo problema e tiveram o desejo de resolvê-lo. Além disso souberam apresentar de forma interessante, vender o seu produto mostrando que compreenderam o que estávamos buscando com esse desafio”, afirma Franky.

A jornada também foi muito positiva para a BASF, que tem trabalhado a inovação aberta em diversas frentes e promovido mudança na cultura empresarial, pois o fato de estudantes apresentarem diferentes perspectivas para os problemas, proporciona diversidade de pensamento e garante uma troca rica para a companhia. “Foi uma oportunidade de reflexão e aprendizado também para a nossa equipe, uma forma de oxigenar as ideias”.

Segundo o aluno Antony Costa Mendonça Filho, que pertence ao grupo vencedor, a experiência foi interessante e desafiadora porque, além de resolverem questões reais usando tecnologia, tiveram que entender como é a operação logística e identificar os diversos fatores que podem impactar nos custos, como o cenário político, o câmbio, preço do petróleo e diesel, por exemplo, para alimentar a ferramenta que fará uma projeção para o cálculo do frete. “Mesmo que eu não vá trabalhar para a empresa, já tenho um conhecimento adicional que pode ser relevante no mercado”, afirma.

“Normalmente os problemas apresentados na faculdade já vêm com os dados organizados, o que nem sempre corresponde à realidade que vamos encontrar no mercado de trabalho. Tivemos o desafio adicional de compreender o universo complexo de informações nas planilhas apresentas pela BASF, com termos e códigos usados internamente pela companhia”, explica o estudante Rafael Soares Monteiro, que também faz parte do grupo vencedor. “Usamos Inteligência Artificial em caráter exploratório, investigativo, levando em conta inclusive novas variáveis – como identificar threads no Twitter que podem impactar no custo do transporte”.

“A ferramenta proposta pelos alunos é bastante útil e pode auxiliar não só na previsão do frete, mas também como instrumento valioso no futuro para a negociação dos preços de transporte”, considera o professor Danilo Hernani Perico, orientador do curso.

Para Ricardo Fortes, responsável por Relações Corporativas na FIAP, unir o mercado à academia é uma forma de fomentar a inovação, desenvolver as capacidades do aluno para o mercado de trabalho e estimular a troca com as empresas que estão ávidas por novos talentos. “Começamos com esse tipo de parceria com empresas há nove anos, e o resultado é sempre muito positivo”, afirma.

O prêmio de R$10 mil foi dividido entre os três melhores: R$5 mil para o primeiro grupo colocado, R$3 mil para o segundo e R$2 mil para o terceiro. Está sendo avaliada a possibilidade de contratação destes estudantes para uma iniciação científica, para além de uma oportunidade de lapidar o que eles já prepararam, conseguirem finalizar a prática, colocando a ferramenta em funcionamento.

Uniforce Sounding Board
A parceria da empresa com a FIAP nasceu no Programa Universidades, do onono, Centro de Experiências Científicas e Digitais da BASF, criado para promover conexões transformadoras entre a empresa, os clientes e o ecossistema de inovação aberta. Em três anos já envolveu mais de 300 estudantes, rendeu 16 projetos, com cinco deles implementados.

Além desse programa, diversas áreas de negócios da BASF também firmam parcerias com instituições de ensino superior – inclusive do exterior – para Pesquisa & Desenvolvimento e para resolverem juntos desafios para os mais diversos segmentos, que vão de produtos para cuidados pessoais a tintas imobiliárias. Para identificar sinergias, facilitar contatos e fortalecer essas iniciativas com as universidades, foi criado recentemente o grupo Uniforce Sounding Board. “Agora, temos uma só voz na região para representar a BASF junto às universidades; um grupo de trabalho com foco na inovação promovendo a colaboração entre as áreas de Digital, onono, Engenharia, Controladoria, Jurídico e os países da América do Sul, com o objetivo de estreitar parcerias em busca de soluções cada vez mais inovadoras e fomentar o desenvolvimento de novos produtos com base em novos modelos de negócio”, explica Lygia D’ Ambrosio – Change Manager em Global Digital.

Sobre a FIAP
O Centro Universitário FIAP é considerado referência no ensino de Gestão e Tecnologia da Informação no Brasil, com cursos de graduação, MBAs e cursos de curta e média duração nas áreas de tecnologia, negócios e inovação. Seu corpo docente é composto por mestres e doutores que, além da reconhecida titulação acadêmica, são atuantes no mercado e possuem uma expressiva jornada profissional. Este diferencial torna a vida acadêmica dos alunos ainda mais rica e fomenta sua entrada no mercado de trabalho atual. A FIAP é classificada no chamado “Grupo de Excelência” do Ministério da Educação. Para mais informações: www.fiap.com.br

Sobre a BASF no Brasil
A BASF, empresa alemã e líder mundial na área Química, comemora em 2021, 110 anos de presença no Brasil. Ao longo desse período, a empresa tem investido em produtos e soluções para os diferentes segmentos da indústria brasileira, ressaltando a sustentabilidade e a inovação como temas transversais e considerados chave para o sucesso da companhia. Do total de mais de 110 mil colaboradores da BASF no mundo, 5.850 deles na América do Sul, sendo 4.215 no Brasil - todos atuam com o propósito de criar química para um futuro sustentável, em um ambiente inclusivo, aberto e criativo, que preza por uma cultura de respeito e diversidade.

Com oito unidades fabris no Brasil, a BASF tem como compromisso uma atuação responsável em parceria com clientes e com as comunidades onde está inserida. O portfólio da empresa está organizado em seis segmentos: Químicos, Materiais, Soluções Industriais, Tecnologias de Superfície, Nutrição & Cuidados e Soluções Agrícolas. A BASF gerou vendas de € 59 bilhões em 2020 e investiu cerca de € 2 bilhões em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e soluções www.basf.com.br.









 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://gazetacentrooeste.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp