MENU

19/01/2022 às 09h25min - Atualizada em 23/01/2022 às 00h00min

“Precisamos usar as tecnologias disponíveis para ter produtividade e proporcionar bem-estar ao gado”, destacam pecuaristas

Tronco de contenção tecnológico coopera com a lida dos animais

SALA DA NOTÍCIA Irvin Dias Costa de Souza Garcia
Arquivo pessoal
O aumento de produtividade é o objetivo principal da pecuária. Ele é representado, entre outros indicadores, por maior ganho de peso, qualidade de carcaça e redução da idade de abate. Com isso, ganham todos: o criador tem mais receita, o gado fica menos tempo no campo e, portanto, a produção é mais sustentável, e aumenta a oferta de alimentos para atender às necessidades da população. “Os pecuaristas devem utilizar as tecnologias disponíveis para ter maior eficiência”, recomenda José Dias Rossafa (Zezinho), gerente nacional de vendas da Coimma, líder nacional em balanças e troncos de contenção.

As balanças cumprem um importante papel na pecuária intensiva, assim como os troncos de contenção. Bem-estar e conforto animal são atributos proporcionados por esses equipamentos essenciais para a lida do gado.

“Quem trabalha com pecuária sabe que o manejo do rebanho é a parte mais difícil da rotina. Os troncos de contenção proporcionam agilidade e segurança, especialmente para o protocolo de entrada do gado no confinamento”, afirma o produtor Vitor Magno Seixas Costa, proprietário da Fazenda Alto Alegre (Guará, SP).

A fazenda tem 6.000 cabeças e trabalha com confinamento e recria e utiliza o tronco Megatron, da Coimma. “Hoje é difícil imaginar como realizaríamos nossas atividades sem ele”, completa o criador. “O Megatron oferece diversas possibilidades para o manejo correto dos animais. Para garantir maior eficiência, possui controle e laterais móveis, pescoceiras paralelas, janelas de acesso, portão lateral e dispositivo castrador. Ou seja, contribui para o aumento da produtividade e respeita o bem-estar dos animais”.

Equipamento automatizado, o tronco Megatron também ajuda o pecuarista a ganhar tempo. “Quando os animais estão prontos para entrar no confinamento, inserimos brincos de identificação, aplicamos vermífugo e vacinas, fazemos a marcação e definimos o curral. Com o Megatron, conseguimos fazer tudo isso em apenas 40 segundos por animal”, informa o pecuarista.

Vitor Costa é cliente da Coimma desde 2019. Ele destaca a preocupação com os bovinos para não perder cortes nobres no frigorifico. “Além disso, é importante que os animais não tenham estresse, pois isso também compromete a qualidade da carne”, diz.

“É incrível como o Megatron proporciona bem-estar aos animais”, concorda a médica veterinária Sara Matos Ferreira, proprietária das fazendas Gimibu, Várzea Bonita e Gimibu 2, de Goiás. “Nós prezamos muito pelo bem deles e também somos apaixonados por tecnologia. O Megatron une esses dois quesitos”, destaca.

As propriedades de Sara têm 2.680 hectares e contam com aproximadamente 2.500 animais em cria, recria e engorda. A pecuarista adquiriu o equipamento em 2021. “Com o tronco, pudemos gerar conforto, o que faz com que os animais fiquem mais calmos no momento do manejo”, assinala. “Esse equipamento é essencial para a pecuária, pois proporciona o desejado aumento de produtividade. E isso representa lucro para os criadores”.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://gazetacentrooeste.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp