MENU

26/01/2022 às 14h59min - Atualizada em 27/01/2022 às 00h00min

Qual a importância do IRC para a iluminação pública?

Índice avalia a fidelidade de uma fonte de luz na reprodução das cores em todos os ambientes

SALA DA NOTÍCIA Dariane Carvalho Campos
Você sabe o que significa a sigla IRC? E com o que ela tem relação? Se essa é uma dúvida para você, acompanhe até o fim que vamos te explicar em detalhes.

Cores influenciam em decisões, motivam sensações e fazem parte do cotidiano das pessoas. Por isso, quando se trata de conceitos de iluminação, o IRC é muito importante. Ele tem relação direta com as cores e, em resumo, indica o grau de fidelidade com que as cores são reproduzidas em uma determinada fonte de luz. A sigla significa Índice de Reprodução de Cor e o melhor exemplo para isso é o sol, isso mesmo, a luz natural dele reproduz as cores da maneira mais perfeita possível.

Dentre tantas informações nas embalagens das lâmpadas, o IRC está lá presente. Mas, afinal, você sabe a importância que esse índice tem no seu dia-a-dia? Vem que vamos sanar suas dúvidas!

O que é IRC?
O Índice de Reprodução de Cor (IRC), é uma unidade que avalia a fidelidade de uma fonte de luz na reprodução de cores dos objetos. Esse índice é representado por uma escala percentual que vai de 0 a 100, cuja função é mostrar a capacidade de reprodução de cores de uma determinada fonte luminosa artificial em relação à luz do sol.

Esse índice é muito importante, pois trata da influência da iluminação na percepção das cores. E não é novidade que as cores proporcionam sensações e experiências únicas nos espaços, não é verdade? 
 
A luz natural é usada como um padrão de referência e, por isso, seu IRC é 100. Dessa forma, podemos dizer que quanto maior o IRC (ou seja, mais próximo de 100), mais fiel será a reprodução de cores das superfícies, pessoas e objetos em relação à luz do sol.
 
Criado há 55 anos pela Comission Internationale de l’Eclairage (CIE), esses estudos têm sido aprimorados constantemente para que esse índice alcance um nível ainda mais alto de precisão.
 
Qual a importância do Índice de Reprodução de Cor?
Agora que você já sabe o que significa a sigla, é hora de aprender qual a importância que esse índice tem no nosso dia-a-dia.
 
Nosso corpo é fortemente influenciado pela luz e pelas cores presentes em todos os ambientes. Durante nossas atividades diárias e também em repouso, cores mais frias geralmente nos deixam mais agitados, enquanto as mais quentes nos parecem mais aconchegantes. Na sua casa, por exemplo, vale escolher lâmpadas com IRC superior a 70 na iluminação. Na cozinha, é fundamental optar por um modelo de maior qualidade já que isso influencia diretamente na hora de escolher um alimento e prepará-lo.

Por isso, é importante usar uma iluminação adequada para cada ambiente, combinando luz natural e artificial para absorver a maior quantidade de benefícios, seja em termos de saúde ou até mesmo de produtividade.

Fora de casa os espaços também merecem atenção. Um restaurante, por exemplo, que deseja que seus clientes prestigiem os alimentos visualmente, deve escolher lâmpadas que se aproximem do IRC 100. O mesmo vale para lojas de vestuário, desde a vitrine até o provador. A intenção é que o cliente compre o produto e veja a cor mais real possível para evitar surpresas futuras.

De maneira geral, um IRC abaixo de 80 é considerado de baixa qualidade; igual a 80 é considerado de boa qualidade e os índices de 90, 95 e 97, por exemplo, são de excelente qualidade luminosa, trazendo grandes vantagens de acordo com o tipo de aplicação.
 
IRC do LED e suas vantagens
Até pouco tempo, a tecnologia LED ainda não se assemelhava à tecnologia incandescente quanto ao alto IRC, mas hoje em dia o cenário mudou e muito. Além de todos os outros benefícios do LED que você já deve conhecer, como o baixo consumo de energia e sua longa vida útil, o IRC se tornou um assunto completamente dominado e um dos mais importantes para os fabricantes desta tecnologia.
 
No caso da iluminação pública, essa não tem tanta prioridade na exibição exata das cores, porém, neste caso a claridade importa muito, normalmente por questões de segurança e/ou economia. Seu IRC varia de 70% a 98% e, portanto, trata-se da melhor escolha. Isso sem falar na eficiência energética, que pode ultrapassar 60% em relação às tradicionais. Isso porque a iluminação de baixo IRC tem preços menores e mais atrativos e por isso são utilizadas em jardins, praças, ruas, estacionamentos, condomínios e iluminação pública em geral.

Em Ribeirão das Neves, o Consórcio IP Minas aposta na tecnologia LED. Desde 2019, estão modernizando as ruas da cidade e substituindo as antigas lâmpadas poluentes. As lâmpadas LED, diferentemente das lâmpadas tradicionais, suportam melhor as condições bruscas de tempo e temperatura. Que tal fazer como a IP Minas e renovar as lâmpadas da sua casa?
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://gazetacentrooeste.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp