MENU

16/06/2021 às 22h13min - Atualizada em 16/06/2021 às 22h13min

Homem é preso em Goiânia suspeito de se passar por médico de MG para pedir PIX de R$ 5 mil aos pais dele

Segundo a polícia, investigado criou o perfil do profissional em um aplicativo de mensagens para pedir que os familiares fizessem a transferência. Vítimas perceberam que se tratava de um golpe e acionaram a corporação.

Millena Barbosa
G1 Notícias
Conversa de WhatsApp entre suspeito de aplicar golpe do novo número e vítimas — Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu, em Goiânia, um homem de 31 anos suspeito de se passar por um médico de Minas Gerais para aplicar o "golpe do novo número". Segundo o delegado Olemar Santiago, o investigado criou o perfil da vítima em um aplicativo de mensagens para pedir um PIX de R$ 5 mil aos pais dele, que perceberam que se tratava de um golpe e acionaram a corporação.
 

“Ele entrou em contato com a mãe do médico e afirmou que estava usando esse novo número e que precisava da quantia para fazer um pagamento urgente. Pediu que fosse feito um PIX naquele valor, só que a pessoa desconfiou e acionou a polícia”, contou o delegado.


O nome do investigado não foi divulgado pela corporação. Portanto, o G1 não conseguiu localizar a defesa dele para que pudesse se posicionar sobre o caso. Em depoimento, segundo o delegado, o suspeito negou o crime.


+LEIA TAMBÉM
 

Homem é preso suspeito de se passar por médico de MG para aplicar ‘golpe do novo número’, em Goiânia — Foto: Divulgação/Polícia Civil


O homem foi preso em flagrante na tarde da última terça-feira (15), na casa dele, no Setor Jardim Atlântico. Segundo o delegado, a polícia chegou até o criminoso por meio da chave PIX que ele informou na conversa de WhatsApp quando entrou em contato com a vítima.
 

“Com os próprios dados repassados pelas vítimas nós chegamos até o suspeito. Conseguimos rastrear a conta de e-mail, que era a chave PIX que ele passou para que as vítimas fizessem a transferência do dinheiro”, explicou.


De acordo com o delegado, após ser interrogado o homem foi autuado em flagrante por estelionato tentado, na modalidade fraude eletrônica. Até a tarde desta quarta-feira (16), o investigado permanecia preso, conforme informou a autoridade policial. O inquérito deve ser concluído em 10 dias.

Conversa de WhatsApp entre suspeito de aplicar golpe do novo número e vítimas, Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Civil

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://gazetacentrooeste.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp