MENU

25/06/2021 às 18h45min - Atualizada em 25/06/2021 às 18h45min

Governo de Goiás recebe 27º lote com mais 74.880 vacinas da Pfizer

Remessa chegou no começo da madrugada desta sexta-feira (25/06) e será destinada à aplicação da primeira dose. Imunizantes serão distribuídos para 23 municípios goianos com capacidade para armazenamento e distribuição dos imunobiológicos, que exigem condições especiais de temperatura

Jeová Lopes
Governo de Goiás
Governo de Goiás recebe nova remessa com 74.880 vacinas da Pfizer: imunizantes serão usados na aplicação da primeira dose em 23 municípios goianos
 
Goiás recebeu, no começo da madrugada desta sexta-feira (25/06), 74.880 vacinas Comirnaty, fabricadas pelo laboratório Pfizer. Os imunizantes serão destinados à primeira aplicação. O 27º lote integra os 224.980 imunobiológicos enviados ao Estado, nesta semana, pelo Ministério da Saúde (MS). 
 
O governador Ronaldo Caiado confirmou, nas redes sociais, uma mudança na estratégia de vacinação. “90% das vacinas que chegarem serão aplicadas nos municípios por faixa etária. 10% destinam-se a grupos específicos, como lactantes, garis e profissionais de imprensa. É justo! A comunicação é nossa aliada no combate às fake news”, ressaltou.
 

Carregamento de vacinas Comirnaty, fabricadas pelo laboratório Pfizer | Foto: SECOM-Goiás

Remessas


A nova remessa será distribuída para 23 municípios goianos com capacidade para armazenamento e distribuição da Pfizer, que exige condições especiais de temperatura. As doses devem ser mantidas, segundo orientação do MS, entre 2ºC e 8ºC por até 31 dias. A distribuição desses imunizantes foi definida pela Comissão Intergestores Bipartite de Goiás. 
 
Na lista de beneficiados estão: Goiânia, Aparecida, Inhumas, Goianira, Trindade, Senador Canedo, Goianésia, Anápolis, Ceres, Catalão, Cidade de Goiás, Itaberaí, Luziânia, Formosa, Iporá, São Luís de Montes Belos, Uruaçu, Rio Verde, Jataí, Itumbiara, Porangatu, Campos Belos e Posse.
 

O secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, reforça que, com a nova estratégia adotada no Estado será possível avançar ainda mais na imunização. “As vacinas podem ser utilizadas para grupos específicos de acordo com a realidade do município. Pelo menos 90% das doses, o que pode chegar a 100%, avançarão por ordem decrescente de idade”, pontuou.
 
Carregamento das vacinas | Foto: SECOM-Goiás

O secretário defende que tais medidas visam acelerar a campanha, bem como atender as diferentes realidades municipais. “Os grupos mais vulneráveis, do ponto de vista de saúde, foram vacinados. A imunização é um ato coletivo e o importante é vacinarmos o mais número de pessoas possíveis no menor intervalo de tempo”, ressaltou.

 
Desde o início do Plano Nacional de Imunização (PNI), Goiás já recebeu 3.863.810 doses da Coronavac, Pfizer, Astrazeneca e Janssen. Segundo o boletim da SES-GO, até às 15h de quinta-feira (23/06), foram aplicadas 2.120.779 vacinas contra a Covid-19 em todo o Estado. Em relação ao reforço vacinal, foram 697.037 pessoas imunizadas. 
 

Covid-19

 
Segundo Boletim Epidemiológico divulgado pela SES-GO, foram confirmados 666.127 casos de Covid-19 em território goiano. Desse total, 18.823 morreram e 634.677 se recuperaram da doença. Há outros 490.776 casos suspeitos em investigação.
 
Ainda de acordo com a secretaria, o mapa de calor, que identifica locais endêmicos e de maior índice de transmissão e contaminação do coronavírus, aponta para dez regiões de Goiás em situação de calamidade, seis em estado crítico e duas em alerta. 
 
Fotos: André Saddi 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://gazetacentrooeste.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp