MENU

13/06/2021 às 20h00min - Atualizada em 13/06/2021 às 20h00min

Com gols de Marquinhos, Neymar e Gabigol, Brasil vence a Venezuela na estreia da Copa América

Seleção chega ao oitavo triunfo consecutivo em partida disputada no Mané Garrincha, contra seleção venezuelana, que vem de surto de Covid-19

Rodrigo Hubner
Globo Esporte
Melhores momentos Brasil x Venezuela - Copa América 2021

Resumão

O Brasil estreou com vitória na Copa América. Na noite deste domingo, a Seleção bateu a Venezuela por 3 a 0, no Estádio Mané Garrincha, e deu início à caminhada rumo ao décimo título da competição. Os gols da vitória brasileira foram marcados por Marquinhos, Neymar, de pênalti, e Gabigol, no apagar das luzes. Nos 45 minutos iniciais, Richarlison também balançou a rede, mas estava impedido e teve o gol anulado corretamente pela arbitragem.


Surto de Covid-19

Antes da partida, a Venezuela enfrentou problemas em função da Covid-19. No total, 13 pessoas da delegação, entre jogadores e membros da comissão técnica, foram infectados pelo vírus. Quinze jogadores foram convocados para suprir as ausências.

A tabela

Com a vitória, o Brasil aparece na ponta do Grupo B com três pontos, enquanto a Venezuela está em último. Este panorâma ainda pode mudar com os jogos que encerram a primeira rodada da Copa América. As duas seleções voltam a campo pela competição na próxima quinta-feira, pela segunda rodada. Às 18h, a Venezuela terá a Colômbia pela frente no Olímpico, em Goiânia. Às 21h, a Seleção enfrenta o Peru, no Nilton Santos.

Confira a tabela completa clicando aqui.

 

Primeiro tempo


Desde os primeiros minutos, o Brasil passou a controlar as ações da partida e sofreu pouco perigo nos 45 minutos iniciais. Após desperdiçar oportunidades com Richarlison, duas vezes, e Militão, o gol brasileiro saiu aos 22 minutos. Neymar cobrou escanteio, a bola desviou no meio do caminho e sobrou para Marquinhos, que finalizou de canhota, como um centroavante, e abriu o marcador. Três minutos depois, Richarlison recebeu cruzamento de Neymar e mandou para a rede, mas o bandeira assinalou impedimento, que foi bem marcado. Antes do fim da primeira etapa, a Seleção ainda teve mais chances com Neymar e Richarlison, mas não conseguiu ampliar.

Segundo tempo

Tite fez mudanças no intervalo. Everton Ribeiro e Alex Sandro foram para o jogo. E o Brasil seguiu no ataque desde os primeiros movimentos da segunda etapa. Aos sete, após grande jogada de Gabriel Jesus, Neymar não alcançou a bola na pequena e perdeu a possibilidade de fazer o segundo do Brasil. Aos 16, Danilo sofreu pênalti de Cumaná. Neymar cobrou com categoria e aumentou a vantagem brasileira. Após o segundo gol, Gabigol foi chamado, e a Seleção seguiu buscando o ataque, principalmente com o atacante e o camisa 10. Antes do fim, Vinícius Júnior e Fabinho também entraram e puderam ver de dentro de campo a dupla de ataque do Brasil construir o terceiro gol: após jogada de Neymar, Gabigol fechou o placar por 3 a 0.

Na cola do Rei

O atacante Neymar está mais perto de alcançar Pelé na artilharia da seleção brasileira. Ao marcar diante da Venezuela, o camisa 10 do Brasil chegou a 67 gols pela Seleção, apenas 10 atrás do Rei do Futebol.


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://gazetacentrooeste.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp