MENU

22/06/2021 às 19h51min - Atualizada em 22/06/2021 às 19h51min

​Médica que ficou irritada com a fiscalização do vereador Dr. Edson Candido, é exonerada em Trindade; veja vídeo

Médica irrita com fiscalização do vereador Dr. Edson Cândido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Trindade. Segundo o vereador inúmeras reclamações foram realizadas pela demora no atendimento médico, que resultou nos acontecimentos de exoneração da médica pela Prefeitura.

Rodrigo Hubner
Gazeta Centro-Oeste
"Se o Vereador não puder fiscalizar, eu tenho que entregar o cargo de Vereador.", argumenta vereador Dr. Edson Cândido (PDT) nas redes sociais
 

A Prefeitura de Trindade exonerou nessa segunda-feira (22/06), a médica Maria Carolina Aires Silva. A profissional de saúde ficou irritada e desrespeitou, o vereador Dr. Edson Candido (PDT), no último dia 20 de junho, durante uma fiscalização na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município. 

O vereador informa que estava na UPA realizando uma fiscalização, devido as inúmeras reclamações que recebeu de pacientes na demora de atendimentos clínicos e médicos.

 

“Na UPA eu vi vários pacientes aguardando atendimentos e percebi que a médica não estava no seu consultório para atender a população”, destaca o vereador. 


O vereador afirma que possui muito respeito pelos colaboradores municipais, principalmente os da área da saúde, que colocam as vidas em risco para atenderem os trindadenses, principalmente neste momento crítico de pandemia, ocasionada pelo coronavírus (COVID-19).
 

“Mas não podemos admitir médicos deixarem a população sem atendimentos em seus horários de trabalho”, finaliza.


Nas Redes Sociais 

Adionalmente nas redes sociais, Dr. Edson publicou todos os acontecimentos deste episódio, mostrando o descaso da médica, em prestar esclarecimentos sobre a demora para realizar os atendimentos. Por fim o vereador destacou a importância do papel fiscalizador do legislativo, que contribui para que serviços do poder público sejam executados da forma mais eficiente e competente possível, respeitando assim a população trindadense. (veja abaixo os acontecimentos)
 

Se o Vereador não puder fiscalizar, eu tenho que entregar o cargo de vereador. Argumenta Dr. Edson Cândido

Divulgação: Instagram @edsoncandidoadv
 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://gazetacentrooeste.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp